Livro
Livro
SAÚDE

Dieta das 8 horas

Dieta das 8 horas

DAVID ZINCZENKO COM PETER MOORE

Um método fácil para emagrecer, sem restrição de alimentos, sem contagem de calorias e sem culpa

Um método fácil para emagrecer, sem restrição de alimentos, sem contagem de calorias e sem culpa

MITO: VOCÊ É O QUE VOCÊ COME

VERDADE: VOCÊ É QUANDO VOCÊ COME

Pesquisadores no campo da saúde descobriram uma nova forma de alimentação ideal, baseada não no que se come, mas em quando se come. Diferente de várias dietas obsoletas, a Dieta das 8 Horas lhe permite:

• Comer o que quiser — e perder 9 quilos ou mais em apenas 6 semanas.

• Comer quanto quiser — e desacelerar o processo de envelhecimento.

• Comer o que tiver vontade — sem restrição de alimentos, sem contagem de calorias, sem culpa e sem preocupações, e ainda assim reduzir o risco de diabetes e doenças cardíacas e aumentar sua força física e sua capacidade mental.

Sim, você pode comer o que quiser e quanto quiser, desde que dentro de um período de 8 horas. De acordo com as demandas do seu dia a dia, você escolhe o horário mais conveniente para empreender essa mudança. O segredo para o sucesso é simplesmente alternar 8 horas de alimentação com 16 horas de jejum. E o mais extraordinário: basta seguir a dieta 3 vezes por semana.

Além de explicar a teoria por trás da dieta e ensinar a colocá-la em prática, este livro oferece uma seleção de receitas incríveis que podem ser preparadas em 8 minutos e incorporam os 8 Alimentos Poderosos capazes de acelerar a perda de peso e os benefícios metabólicos. E há também um programa de exercícios de apenas 8 minutos por dia para conquistar mais facilmente a boa forma física.

Essa dieta funciona treinando seu corpo a queimar gordura para gerar energia e ainda reduz o risco de câncer e aumenta os níveis naturais do hormônio do crescimento — a fórmula que seu corpo usa para mantê-lo jovem. Além de emagrecer, você vai melhorar a saúde e a aparência, acumulando mudanças positivas para viver mais e melhor.

****

Você ficará magro, saudável e cheio de energia. Terá a barriga definida com que sempre sonhou, dormirá bem e pensará com mais clareza — e o sexo ficará ainda melhor. Vai parecer e se sentir mais jovem e diminuirá o risco de desenvolver doenças como diabetes e cardiopatias. E perderá peso rapidamente, sem restringir calorias e sem se privar dos seus pratos favoritos.

Pesquisadores das organizações científicas mais respeitadas do mundo nas áreas da saúde e do bem-estar descobriram uma nova forma saudável de se alimentar, que não se fundamenta no que você come mas, sim, em quando você come.

Impressionados com a experiência das pessoas que seguiram a Dieta das 8 Horas e obtiveram resultados maravilhosos, David Zinczenko e Peter Moore reuniram tudo o que você precisa saber neste livro, mostrando como é fácil mudar seu corpo — e, por conseguinte, sua vida.

Ao contrário de outras dietas, esta funciona porque atua no nível celular. Efetuando mudanças em seus padrões alimentares diários, ela estimula as mitocôndrias — os centros de energia das células — a operarem com mais eficiência, retardando o processo de envelhecimento e reduzindo o risco de sofrer com doenças como Alzheimer ou câncer.

E o aspecto mais surpreendente é que não há alimentos “ruins” a evitar nem calorias para contar, nenhuma regra para afastá-lo de suas guloseimas preferidas. Este plano alimentar inovador derruba as antigas fórmulas que nos deixavam deprimidos e famintos, treinando nosso corpo para queimar gordura de modo a obter energia — não importa o que comemos, desde que seja dentro de um período de 8 horas.

Você descobrirá como maximizar os benefícios da Dieta das 8 Horas ao conhecer os 8 grupos de Alimentos Poderosos e verá que apenas 8 minutos de exercícios físicos — algo simples como passear com o cachorro ou dar uma volta de bicicleta — podem ajudar de forma incrível nesse processo. E ainda terá como aliada uma deliciosa coleção de receitas que só levam 8 minutos para ficar prontas, criadas pelo premiado chef Matt Goulding.

Conheça histórias extraordinárias de pessoas que introduziram essa dieta em seu cotidiano e conquiste você também um estilo de vida mais equilibrado e saudável.

MITO: VOCÊ É O QUE VOCÊ COME

VERDADE: VOCÊ É QUANDO VOCÊ COME

Pesquisadores no campo da saúde descobriram uma nova forma de alimentação ideal, baseada não no que se come, mas em quando se come. Diferente de várias dietas obsoletas, a Dieta das 8 Horas lhe permite:

• Comer o que quiser — e perder 9 quilos ou mais em apenas 6 semanas.

• Comer quanto quiser — e desacelerar o processo de envelhecimento.

• Comer o que tiver vontade — sem restrição de alimentos, sem contagem de calorias, sem culpa e sem preocupações, e ainda assim reduzir o risco de diabetes e doenças cardíacas e aumentar sua força física e sua capacidade mental.

Sim, você pode comer o que quiser e quanto quiser, desde que dentro de um período de 8 horas. De acordo com as demandas do seu dia a dia, você escolhe o horário mais conveniente para empreender essa mudança. O segredo para o sucesso é simplesmente alternar 8 horas de alimentação com 16 horas de jejum. E o mais extraordinário: basta seguir a dieta 3 vezes por semana.

Além de explicar a teoria por trás da dieta e ensinar a colocá-la em prática, este livro oferece uma seleção de receitas incríveis que podem ser preparadas em 8 minutos e incorporam os 8 Alimentos Poderosos capazes de acelerar a perda de peso e os benefícios metabólicos. E há também um programa de exercícios de apenas 8 minutos por dia para conquistar mais facilmente a boa forma física.

Essa dieta funciona treinando seu corpo a queimar gordura para gerar energia e ainda reduz o risco de câncer e aumenta os níveis naturais do hormônio do crescimento — a fórmula que seu corpo usa para mantê-lo jovem. Além de emagrecer, você vai melhorar a saúde e a aparência, acumulando mudanças positivas para viver mais e melhor.

****

Você ficará magro, saudável e cheio de energia. Terá a barriga definida com que sempre sonhou, dormirá bem e pensará com mais clareza — e o sexo ficará ainda melhor. Vai parecer e se sentir mais jovem e diminuirá o risco de desenvolver doenças como diabetes e cardiopatias. E perderá peso rapidamente, sem restringir calorias e sem se privar dos seus pratos favoritos.

Pesquisadores das organizações científicas mais respeitadas do mundo nas áreas da saúde e do bem-estar descobriram uma nova forma saudável de se alimentar, que não se fundamenta no que você come mas, sim, em quando você come.

Impressionados com a experiência das pessoas que seguiram a Dieta das 8 Horas e obtiveram resultados maravilhosos, David Zinczenko e Peter Moore reuniram tudo o que você precisa saber neste livro, mostrando como é fácil mudar seu corpo — e, por conseguinte, sua vida.

Ao contrário de outras dietas, esta funciona porque atua no nível celular. Efetuando mudanças em seus padrões alimentares diários, ela estimula as mitocôndrias — os centros de energia das células — a operarem com mais eficiência, retardando o processo de envelhecimento e reduzindo o risco de sofrer com doenças como Alzheimer ou câncer.

E o aspecto mais surpreendente é que não há alimentos “ruins” a evitar nem calorias para contar, nenhuma regra para afastá-lo de suas guloseimas preferidas. Este plano alimentar inovador derruba as antigas fórmulas que nos deixavam deprimidos e famintos, treinando nosso corpo para queimar gordura de modo a obter energia — não importa o que comemos, desde que seja dentro de um período de 8 horas.

Você descobrirá como maximizar os benefícios da Dieta das 8 Horas ao conhecer os 8 grupos de Alimentos Poderosos e verá que apenas 8 minutos de exercícios físicos — algo simples como passear com o cachorro ou dar uma volta de bicicleta — podem ajudar de forma incrível nesse processo. E ainda terá como aliada uma deliciosa coleção de receitas que só levam 8 minutos para ficar prontas, criadas pelo premiado chef Matt Goulding.

Conheça histórias extraordinárias de pessoas que introduziram essa dieta em seu cotidiano e conquiste você também um estilo de vida mais equilibrado e saudável.

Compre agora:

Ficha técnica
Lançamento 20/10/2014
Título original
Tradução ANA BEATRIZ RODRIGUES
Formato 16 x 23 cm
Número de páginas 256
Peso 350 g
Acabamento BROCHURA
ISBN 978-85-431-0150-7
EAN 9788543101507
Preço R$ 39,90
Ficha técnica e-book
eISBN 9788543101514
Preço R$ 24,99
Lançamento 20/10/2014
Título original
Tradução ANA BEATRIZ RODRIGUES
Formato 16 x 23 cm
Número de páginas 256
Peso 350 g
Acabamento BROCHURA
ISBN 978-85-431-0150-7
EAN 9788543101507
Preço R$ 39,90

E-book

eISBN 9788543101514
Preço R$ 24,99

Leia um trecho do livro

Prefácio

Quero falar sobre um momento que mudou a minha vida. Porque vai mudar a sua também.

Há muitos anos, logo depois de ser nomeado editor-chefe da revista Men’s Health, vivi uma crise pessoal. Aparentemente, eu tinha uma vida perfeita: reuniões quase diárias de manhã durante as quais tomava um café reforçado, além de jantares regados tarde da noite para bajular escritores e fotógrafos. Eu comia e trabalhava da manhã à noite, mas tinha uma alimentação muito “saudável”. Malhava feito um maníaco – corria maratonas aos sábados e domingos e praticava musculação na hora do almoço várias vezes por semana. Eu precisava de toda aquela comida e de todo aquele exercício, tinha que levantar cedo e ficar acordado até tarde, para manter minha forma física e a carga de trabalho que me permitiram ser o “cara da Men’s Health”.

Eu era a personificação de “saudável e ativo”. Estava fazendo tudo. E estava exausto.

Em 1999, aos 52 anos, meu pai sofreu um derrame que lhe tirou a vida. Sua morte me ensinou duas lições. Em primeiro lugar, a vida era curta e eu precisava aproveitá-la ao máximo. Segundo, eu precisava me exercitar constantemente e seguir uma dieta rigorosa para evitar o mesmo destino. Mas, depois de anos tentando fazer tudo, eu estava cansado de estar cansado o tempo todo. Meu médico observou que, como meu pai, eu também estava a caminho da hipertensão. Algo dentro de mim dizia que era hora de desacelerar. Talvez, afinal, não fosse assim tão saudável eu me esforçar tanto para ser saudável.

Mais ou menos nessa época, comecei a ler algumas pesquisas preliminares sobre uma nova tendência na ciência do emagrecimento que estava gerando resultados importantes. Ela não envolvia praticar exercícios difíceis, contar calorias o tempo todo, nem levar o corpo ao limite. Era uma técnica simples, por meio da qual reduzimos as horas que passamos comendo, reduzimos a intensidade dos exercícios e passamos mais tempo descansando e desfrutando os alimentos de que mais gostamos. Em algum lugar, bem lá no fundo, fiquei matutando os preceitos dessa nova ciência.

Não foi uma decisão repentina. Com o tempo, comecei a evitar essas reuniões acompanhadas de um café da manhã reforçado. Passei a caminhar despreocupadamente até o trabalho e a me concentrar apenas em resolver os problemas que apareciam antes de um longo e delicioso almoço. Parei de me exercitar tanto na academia e de correr maratonas, dispensei meu personal trainer. Comecei a ir para a cama mais cedo, em vez de trabalhar e “alimentar” meu corpo até tarde da noite. E sabe o que aconteceu?

Não, eu não engordei. Ao contrário, emagreci. Mais de três quilos nos dez primeiros dias. Comecei a emagrecer sem esforço, e não voltei a engordar, mesmo depois de minha pressão arterial estar sob controle. Fiquei impressionado.

Achava que esse novo plano ia me ajudar a relaxar e aproveitar um pouco mais a vida.

Não tinha ideia de que seria um milagre para o emagrecimento.

Fiquei tão inspirado com a simplicidade, a facilidade e o prazer da nova vida que passei os últimos anos me aprofundando nas pesquisas sobre o assunto e resumindo-as em um programa fácil, acessível, capaz de mudar a sua vida. E o resultado é este livro. A Dieta das 8 Horas é o programa de emagrecimento mais simples, mais sustentável do mundo. Vai mudar sua vida. Vai deixá-lo magro, mais saudável e mais feliz.

Funcionou para mim. Sei que vai funcionar para você.

David Zinczenko

Introdução

8 horas para ter o corpo que você quer!

O programa de emagrecimento mais simples e eficaz já inventado

Imagine passar pela vitrine de uma loja, ver uma imagem refletida e ficar se perguntando – só por um segundo – quem é aquela pessoa magra e atraente.

Agora imagine descobrir que essa pessoa é você.

Pense na liberdade consequente da capacidade de fazer o que quiser, comer o que quiser e saber – não apenas acreditar ou esperar, mas ter a certeza – que você nunca mais engordará.

Imagine nunca mais precisar se preocupar com o peso, nem com o impacto dele sobre a saúde.

Parece impossível, mas não é. Eu sei porque, como dezenas de milhões de pessoas, também já tive problemas com o peso. Sei como é estar infeliz com o próprio corpo, preocupado com a saúde cardíaca, tenso por causa da pressão arterial e da glicemia, apreensivo quando o clima começa a esquentar e a temporada de roupa de banho se aproxima. Sei como é sair para comprar roupas, escolher tamanhos que eu acreditava que coubessem, mas acabar voltando para casa com calças dois ou até mesmo três números maiores do que eu esperava.

Hoje sei que nunca mais vou me preocupar com o ganho de peso – e, ainda mais importante, nem com todas as inquietações relacionadas à saúde que ele acarreta. Sei que encontrei o segredo para o emagrecimento rápido e permanente.

E é essa confiança que eu quero para você.

O segredo da Dieta das 8 Horas

Quando ouve a palavra “dieta”, talvez você pense em algo confuso e difícil de seguir – e, francamente, em algo meio deprimente. É provável que acredite que até as menores mudanças refletidas no espelho e na balança do banheiro requerem sacrifício, privação e uma considerável ausência de bolo de chocolate e churrasco. É claro que você pensa isso porque é o que eu e você fomos levados a crer que fosse uma dieta. É difícil emagrecer, certo?

Errado. Você está prestes a ler um segredo sobre emagrecimento tão simples e, ainda assim, tão diferente dos programas comuns de “dieta” que vai jurar que é mentira.

Emagrecer não pode ser tão fácil assim!

Mas é. De fato, nestas páginas, você verá estudos esclarecedores, ideias surpreendentes de especialistas e histórias pessoais extraordinárias sobre o emagrecimento rápido e duradouro. Esqueça todos os conselhos comuns sobre cortar calorias. Esqueça todas as dietas da moda que limitam a ingestão desse ou daquele alimento. Esqueça determinação, contagem de calorias e índice glicêmico. Esqueça tudo o que já ouviu sobre emagrecimento e faça apenas o seguinte:

Coma o que quiser, na quantidade que quiser.

Mas coma apenas durante uma janela de 8 horas por dia – com alguns truques aqui e ali!

Se você é cético como eu, deve estar pensando: se parece bom demais para ser verdade, provavelmente não é. Certo?

Mas as pesquisas são irrefutáveis. Estudos e especialistas das organizações científicas mais respeitadas no mundo – do Instituto Salk ao USDA (o Departamento de Agricultura americano), passando pela Universidade da Califórnia em Berkeley – continuam chegando à incrível descoberta: existe um remédio infalível para o emagrecimento.

Coma o que quiser, na quantidade que quiser. Mas consuma boa parte dos alimentos durante uma janela de 8 horas em cada dia.

E o mais extraordinário: você só precisa seguir a dieta 3 vezes por semana. Três vezes por semana!

Siga esse conselho e você emagrecerá rapidamente. (As pessoas que já experimentaram a dieta relataram a perda de até 9 quilos em apenas 6 semanas.) Você reduzirá de maneira drástica o risco de doenças cardíacas, câncer e diabetes. Aumentará sua capacidade cerebral e pensará com mais clareza e eficiência. Protegerá o corpo e a mente contra os efeitos do envelhecimento e do estresse. E aumentará de forma significativa sua expectativa de vida.

Bastam 8 horas.

Emagreça como nunca

A ideia de comer quanto quiser, o alimento que quiser e de que, na verdade, as calorias não importam no longo prazo contraria tudo o que já ouvimos falar sobre emagrecimento. Mas, novamente, veja os indícios: mais de dois em cada cinco americanos afirmam estar seguindo uma dieta no momento. Os americanos gastam mais de US$67 bilhões anualmente com livros sobre dietas, programas de emagrecimento e academias. Mesmo assim, dois em cada três americanos adultos estão acima do peso ou obesos. Obviamente, o que aprendemos sobre emagrecimento simplesmente está errado e todas as dietas que seguimos, em última análise, também.

Bem, isso tudo está prestes a mudar.

Todas as dietas que existem por aí podem ser classificadas em um dos dois tipos: dietas de restrição calórica e dietas de restrição de alimentos.

As dietas de restrição calórica são as mais antigas, aquelas em que você abastecia as despensas com bolachas de arroz, queijo cottage e refrigerante diet. Contanto que consumisse menos calorias do que seu corpo gastava todos os dias, emagreceria. A ciência afirmava que, afinal, esse era o segredo para o emagrecimento.

Mas as dietas de restrição calórica não funcionam, por um simples fato: somos o que somos – instáveis, falíveis, humanos. É claro que, se você tiver a força de Nelson Mandela e a resistência do nadador Michael Phelps, não terá dificuldade de resistir ao cheiro do pão quentinho, de uma picanha assando na churrasqueira e da pizza que parece ter acabado de sair do forno no restaurante ao lado enquanto você assiste ao jogo de futebol. Mas, em geral, as dietas de restrição calórica fracassam porque a determinação acaba e o passo seguinte é cair de boca na caixa de bombom. A longo prazo, essas dietas tradicionais não funcionam.

A Dieta das 8 Horas é diferente porque você pode consumir quantas calorias quiser. Isso mesmo: em um estudo realizado no Centro Beltsville de Pesquisa em Nutrição Humana, cientistas descobriram que consumir o mesmo número de calorias, mas em um período limitado, provocava “uma mudança significativa da composição corporal, incluindo reduções na massa gorda”.

As dietas de restrição de alimentos são a nova maneira de emagrecer. Coma o que quiser, mas não carboidratos. Nem gordura. Nem carne. Nem laticínios. Nem alimentos com alto índice glicêmico. Nem alimentos que os homens paleolíticos não comiam. Nem alimentos que não sejam “integrais”. Nem alimentos com um furo no meio. Do iogurte à batata-doce,
alguém, em algum lugar, dirá que, se você não comer essas coisas, ou se comê-las apenas em combinação com determinados alimentos, ficará bem.

Dietas diferentes, mesmo resultado: você pode tentar viver de bife e ovos, mas em algum momento precisará comer uma fatia de pão. E um pouco de manteiga. Ou seja: a longo prazo, essas dietas da moda também não funcionam.

A Dieta das 8 Horas é diferente porque você pode comer qualquer tipo de alimento que quiser, na quantidade que quiser. Segundo os pesquisadores do Regulatory Biology Laboratory, no Instituto Salk de Estudos Biológicos, “quando comemos pode ser tão importante quanto o que comemos”. Eles depararam pela primeira vez com essa descoberta extraordinária em estudos feitos com animais. Quando deixaram os camundongos comerem o que quisessem, mas apenas durante um determinado período, eles emagreceram. Quando submeteram os camundongos a uma dieta restritiva e os alimentaram o dia todo, eles engordaram. A surpreendente conclusão: você pode comer o que quiser porque, ao limitar o período durante o qual se consome alimentos, aumenta o número de calorias – principalmente de calorias de gordura – que o corpo queima ao longo do dia.

Prefácio

Quero falar sobre um momento que mudou a minha vida. Porque vai mudar a sua também.

Há muitos anos, logo depois de ser nomeado editor-chefe da revista Men’s Health, vivi uma crise pessoal. Aparentemente, eu tinha uma vida perfeita: reuniões quase diárias de manhã durante as quais tomava um café reforçado, além de jantares regados tarde da noite para bajular escritores e fotógrafos. Eu comia e trabalhava da manhã à noite, mas tinha uma alimentação muito “saudável”. Malhava feito um maníaco – corria maratonas aos sábados e domingos e praticava musculação na hora do almoço várias vezes por semana. Eu precisava de toda aquela comida e de todo aquele exercício, tinha que levantar cedo e ficar acordado até tarde, para manter minha forma física e a carga de trabalho que me permitiram ser o “cara da Men’s Health”.

Eu era a personificação de “saudável e ativo”. Estava fazendo tudo. E estava exausto.

Em 1999, aos 52 anos, meu pai sofreu um derrame que lhe tirou a vida. Sua morte me ensinou duas lições. Em primeiro lugar, a vida era curta e eu precisava aproveitá-la ao máximo. Segundo, eu precisava me exercitar constantemente e seguir uma dieta rigorosa para evitar o mesmo destino. Mas, depois de anos tentando fazer tudo, eu estava cansado de estar cansado o tempo todo. Meu médico observou que, como meu pai, eu também estava a caminho da hipertensão. Algo dentro de mim dizia que era hora de desacelerar. Talvez, afinal, não fosse assim tão saudável eu me esforçar tanto para ser saudável.

Mais ou menos nessa época, comecei a ler algumas pesquisas preliminares sobre uma nova tendência na ciência do emagrecimento que estava gerando resultados importantes. Ela não envolvia praticar exercícios difíceis, contar calorias o tempo todo, nem levar o corpo ao limite. Era uma técnica simples, por meio da qual reduzimos as horas que passamos comendo, reduzimos a intensidade dos exercícios e passamos mais tempo descansando e desfrutando os alimentos de que mais gostamos. Em algum lugar, bem lá no fundo, fiquei matutando os preceitos dessa nova ciência.

Não foi uma decisão repentina. Com o tempo, comecei a evitar essas reuniões acompanhadas de um café da manhã reforçado. Passei a caminhar despreocupadamente até o trabalho e a me concentrar apenas em resolver os problemas que apareciam antes de um longo e delicioso almoço. Parei de me exercitar tanto na academia e de correr maratonas, dispensei meu personal trainer. Comecei a ir para a cama mais cedo, em vez de trabalhar e “alimentar” meu corpo até tarde da noite. E sabe o que aconteceu?

Não, eu não engordei. Ao contrário, emagreci. Mais de três quilos nos dez primeiros dias. Comecei a emagrecer sem esforço, e não voltei a engordar, mesmo depois de minha pressão arterial estar sob controle. Fiquei impressionado.

Achava que esse novo plano ia me ajudar a relaxar e aproveitar um pouco mais a vida.

Não tinha ideia de que seria um milagre para o emagrecimento.

Fiquei tão inspirado com a simplicidade, a facilidade e o prazer da nova vida que passei os últimos anos me aprofundando nas pesquisas sobre o assunto e resumindo-as em um programa fácil, acessível, capaz de mudar a sua vida. E o resultado é este livro. A Dieta das 8 Horas é o programa de emagrecimento mais simples, mais sustentável do mundo. Vai mudar sua vida. Vai deixá-lo magro, mais saudável e mais feliz.

Funcionou para mim. Sei que vai funcionar para você.

David Zinczenko

Introdução

8 horas para ter o corpo que você quer!

O programa de emagrecimento mais simples e eficaz já inventado

Imagine passar pela vitrine de uma loja, ver uma imagem refletida e ficar se perguntando – só por um segundo – quem é aquela pessoa magra e atraente.

Agora imagine descobrir que essa pessoa é você.

Pense na liberdade consequente da capacidade de fazer o que quiser, comer o que quiser e saber – não apenas acreditar ou esperar, mas ter a certeza – que você nunca mais engordará.

Imagine nunca mais precisar se preocupar com o peso, nem com o impacto dele sobre a saúde.

Parece impossível, mas não é. Eu sei porque, como dezenas de milhões de pessoas, também já tive problemas com o peso. Sei como é estar infeliz com o próprio corpo, preocupado com a saúde cardíaca, tenso por causa da pressão arterial e da glicemia, apreensivo quando o clima começa a esquentar e a temporada de roupa de banho se aproxima. Sei como é sair para comprar roupas, escolher tamanhos que eu acreditava que coubessem, mas acabar voltando para casa com calças dois ou até mesmo três números maiores do que eu esperava.

Hoje sei que nunca mais vou me preocupar com o ganho de peso – e, ainda mais importante, nem com todas as inquietações relacionadas à saúde que ele acarreta. Sei que encontrei o segredo para o emagrecimento rápido e permanente.

E é essa confiança que eu quero para você.

O segredo da Dieta das 8 Horas

Quando ouve a palavra “dieta”, talvez você pense em algo confuso e difícil de seguir – e, francamente, em algo meio deprimente. É provável que acredite que até as menores mudanças refletidas no espelho e na balança do banheiro requerem sacrifício, privação e uma considerável ausência de bolo de chocolate e churrasco. É claro que você pensa isso porque é o que eu e você fomos levados a crer que fosse uma dieta. É difícil emagrecer, certo?

Errado. Você está prestes a ler um segredo sobre emagrecimento tão simples e, ainda assim, tão diferente dos programas comuns de “dieta” que vai jurar que é mentira.

Emagrecer não pode ser tão fácil assim!

Mas é. De fato, nestas páginas, você verá estudos esclarecedores, ideias surpreendentes de especialistas e histórias pessoais extraordinárias sobre o emagrecimento rápido e duradouro. Esqueça todos os conselhos comuns sobre cortar calorias. Esqueça todas as dietas da moda que limitam a ingestão desse ou daquele alimento. Esqueça determinação, contagem de calorias e índice glicêmico. Esqueça tudo o que já ouviu sobre emagrecimento e faça apenas o seguinte:

Coma o que quiser, na quantidade que quiser.

Mas coma apenas durante uma janela de 8 horas por dia – com alguns truques aqui e ali!

Se você é cético como eu, deve estar pensando: se parece bom demais para ser verdade, provavelmente não é. Certo?

Mas as pesquisas são irrefutáveis. Estudos e especialistas das organizações científicas mais respeitadas no mundo – do Instituto Salk ao USDA (o Departamento de Agricultura americano), passando pela Universidade da Califórnia em Berkeley – continuam chegando à incrível descoberta: existe um remédio infalível para o emagrecimento.

Coma o que quiser, na quantidade que quiser. Mas consuma boa parte dos alimentos durante uma janela de 8 horas em cada dia.

E o mais extraordinário: você só precisa seguir a dieta 3 vezes por semana. Três vezes por semana!

Siga esse conselho e você emagrecerá rapidamente. (As pessoas que já experimentaram a dieta relataram a perda de até 9 quilos em apenas 6 semanas.) Você reduzirá de maneira drástica o risco de doenças cardíacas, câncer e diabetes. Aumentará sua capacidade cerebral e pensará com mais clareza e eficiência. Protegerá o corpo e a mente contra os efeitos do envelhecimento e do estresse. E aumentará de forma significativa sua expectativa de vida.

Bastam 8 horas.

Emagreça como nunca

A ideia de comer quanto quiser, o alimento que quiser e de que, na verdade, as calorias não importam no longo prazo contraria tudo o que já ouvimos falar sobre emagrecimento. Mas, novamente, veja os indícios: mais de dois em cada cinco americanos afirmam estar seguindo uma dieta no momento. Os americanos gastam mais de US$67 bilhões anualmente com livros sobre dietas, programas de emagrecimento e academias. Mesmo assim, dois em cada três americanos adultos estão acima do peso ou obesos. Obviamente, o que aprendemos sobre emagrecimento simplesmente está errado e todas as dietas que seguimos, em última análise, também.

Bem, isso tudo está prestes a mudar.

Todas as dietas que existem por aí podem ser classificadas em um dos dois tipos: dietas de restrição calórica e dietas de restrição de alimentos.

As dietas de restrição calórica são as mais antigas, aquelas em que você abastecia as despensas com bolachas de arroz, queijo cottage e refrigerante diet. Contanto que consumisse menos calorias do que seu corpo gastava todos os dias, emagreceria. A ciência afirmava que, afinal, esse era o segredo para o emagrecimento.

Mas as dietas de restrição calórica não funcionam, por um simples fato: somos o que somos – instáveis, falíveis, humanos. É claro que, se você tiver a força de Nelson Mandela e a resistência do nadador Michael Phelps, não terá dificuldade de resistir ao cheiro do pão quentinho, de uma picanha assando na churrasqueira e da pizza que parece ter acabado de sair do forno no restaurante ao lado enquanto você assiste ao jogo de futebol. Mas, em geral, as dietas de restrição calórica fracassam porque a determinação acaba e o passo seguinte é cair de boca na caixa de bombom. A longo prazo, essas dietas tradicionais não funcionam.

A Dieta das 8 Horas é diferente porque você pode consumir quantas calorias quiser. Isso mesmo: em um estudo realizado no Centro Beltsville de Pesquisa em Nutrição Humana, cientistas descobriram que consumir o mesmo número de calorias, mas em um período limitado, provocava “uma mudança significativa da composição corporal, incluindo reduções na massa gorda”.

As dietas de restrição de alimentos são a nova maneira de emagrecer. Coma o que quiser, mas não carboidratos. Nem gordura. Nem carne. Nem laticínios. Nem alimentos com alto índice glicêmico. Nem alimentos que os homens paleolíticos não comiam. Nem alimentos que não sejam “integrais”. Nem alimentos com um furo no meio. Do iogurte à batata-doce,
alguém, em algum lugar, dirá que, se você não comer essas coisas, ou se comê-las apenas em combinação com determinados alimentos, ficará bem.

Dietas diferentes, mesmo resultado: você pode tentar viver de bife e ovos, mas em algum momento precisará comer uma fatia de pão. E um pouco de manteiga. Ou seja: a longo prazo, essas dietas da moda também não funcionam.

A Dieta das 8 Horas é diferente porque você pode comer qualquer tipo de alimento que quiser, na quantidade que quiser. Segundo os pesquisadores do Regulatory Biology Laboratory, no Instituto Salk de Estudos Biológicos, “quando comemos pode ser tão importante quanto o que comemos”. Eles depararam pela primeira vez com essa descoberta extraordinária em estudos feitos com animais. Quando deixaram os camundongos comerem o que quisessem, mas apenas durante um determinado período, eles emagreceram. Quando submeteram os camundongos a uma dieta restritiva e os alimentaram o dia todo, eles engordaram. A surpreendente conclusão: você pode comer o que quiser porque, ao limitar o período durante o qual se consome alimentos, aumenta o número de calorias – principalmente de calorias de gordura – que o corpo queima ao longo do dia.

LEIA MAIS

David Zinczenko

Sobre o autor

David Zinczenko

Editor-chefe da revista Men’s Health, vivenciou o problema do excesso de peso durante toda a infância, passada em Bethlehem, Pensilvânia. Posteriormente, tornou-se um dos maiores especialistas dos Estados Unidos em saúde e condicionamento físico. Tem prestado orientações nessa área participando de programas de televisão como Good Morning America e The Early Show. Já competiu duas vezes na maratona da cidade de Nova York. Reside em Nova York e em Allentown, Pensilvânia.

VER PERFIL COMPLETO