Livro
Livro
AUTOAJUDA

Dieta faz mal ao cérebro

Dieta faz mal ao cérebro

BRADLEY TREVOR GREIVE

Como perder peso sem perder a cabeça

Como perder peso sem perder a cabeça

“Sempre fui um homem de dimensões exageradas e, para falar a verdade, me orgulhava disso. No entanto, quando comecei a escrever este livro, eu havia batido um novo recorde de massa corporal, atingindo 127 quilos. Com 1,92m de altura, eu não achava que isso fosse o fim do mundo, apesar de estar prestes a ser levado ao hospital por um guindaste.

Embora estivesse cada vez mais sedentário, eu me sentia razoavelmente saudável. Chegava a ficar lisonjeado quando meus amigos diziam que eu parecia um zagueiro de futebol americano.

Mas um dia não consegui mais fechar o botão da calça e percebi que eu não era um zagueiro. Era autor de livrinhos divertidos, uma vocação para a qual não havia a necessidade de um peitoral do tamanho de um barril nem de um pescoço grosso como o de um boi com problemas de tireoide.

Como todo mundo, eu tinha minhas razões para estar daquele jeito. Mas as desculpas não tornariam possível fechar o botão da minha calça. Foi aí que me dei conta de que eu precisava voltar a ficar em forma.

Após sair da frente da televisão, peguei vários livros de dieta e fiquei ao mesmo tempo horrorizado e curioso com o que encontrei. Muito do que li era estúpido, radical, ultrapassado ou potencialmente perigoso. Foi então que decidi voltar para o básico, e este livro é o resumo do que aprendi sobre melhorar a aparência e ser mais saudável sem cometer loucuras.

Não há cura milagrosa para a obesidade nem um jeito rápido de reduzir os pneuzinhos, mas este livro é uma ajuda garantida para quem estiver tentando ficar em forma – mesmo que ele apenas o faça rir enquanto segue em direção à sua meta.” – Bradley Trevor Greive

“Sempre fui um homem de dimensões exageradas e, para falar a verdade, me orgulhava disso. No entanto, quando comecei a escrever este livro, eu havia batido um novo recorde de massa corporal, atingindo 127 quilos. Com 1,92m de altura, eu não achava que isso fosse o fim do mundo, apesar de estar prestes a ser levado ao hospital por um guindaste.

Embora estivesse cada vez mais sedentário, eu me sentia razoavelmente saudável. Chegava a ficar lisonjeado quando meus amigos diziam que eu parecia um zagueiro de futebol americano.

Mas um dia não consegui mais fechar o botão da calça e percebi que eu não era um zagueiro. Era autor de livrinhos divertidos, uma vocação para a qual não havia a necessidade de um peitoral do tamanho de um barril nem de um pescoço grosso como o de um boi com problemas de tireoide.

Como todo mundo, eu tinha minhas razões para estar daquele jeito. Mas as desculpas não tornariam possível fechar o botão da minha calça. Foi aí que me dei conta de que eu precisava voltar a ficar em forma.

Após sair da frente da televisão, peguei vários livros de dieta e fiquei ao mesmo tempo horrorizado e curioso com o que encontrei. Muito do que li era estúpido, radical, ultrapassado ou potencialmente perigoso. Foi então que decidi voltar para o básico, e este livro é o resumo do que aprendi sobre melhorar a aparência e ser mais saudável sem cometer loucuras.

Não há cura milagrosa para a obesidade nem um jeito rápido de reduzir os pneuzinhos, mas este livro é uma ajuda garantida para quem estiver tentando ficar em forma – mesmo que ele apenas o faça rir enquanto segue em direção à sua meta.” – Bradley Trevor Greive

Compre agora:

Ficha técnica
Lançamento 05/11/2013
Título original
Tradução ANGELA LOPES
Formato 17,5 x 17,5 cm
Número de páginas 144
Peso 340 g
Acabamento CAPA DURA
ISBN 978-85-431-0000-5
EAN 9788543100005
Preço R$ 34,90
Lançamento 05/11/2013
Título original
Tradução ANGELA LOPES
Formato 17,5 x 17,5 cm
Número de páginas 144
Peso 340 g
Acabamento CAPA DURA
ISBN 978-85-431-0000-5
EAN 9788543100005
Preço R$ 34,90

Bradley Trevor Greive

Sobre o autor

Bradley Trevor Greive

É uma dessas pessoas cuja vida é cheia de experiências muito variadas, a começar pela infância. Bradley nasceu na Tasmânia e viveu na Inglaterra, Escócia, Hong Kong e Cingapura. Aos 10 anos, mudou-se com sua família para a Austrália, levando na memória as imagens de flores brilhantes, grandes insetos assimétricos e selvas exóticas do Extremo Oriente. O prazer de viajar e o desejo de aventuras, somados a um fervoroso patriotismo juvenil, podem ter sido os motivos que o levaram a se formar na Academia Militar de Duntroon, Austrália, onde fez parte do pelotão de pára-quedistas. Apesar de se considerar atualmente um pacifista, Bradley tem orgulho de suas realizações dessa época e lembra-se de que foram tempos de desafio, principalmente porque ele tinha um medo terrível de altura. Mas foi durante esse período que ele viajou pela Austrália e pelo mundo todo e teve a chance de ampliar, muito cedo, sua vivência sobre a natureza humana. Depois de deixar o Exército por causa de uma séria infecção nos pulmões contraída durante uma operação de treinamento, Bradley passou um ano tentando fazer carreira em publicidade, começou a fazer cartuns e conseguiu publicar seu trabalho em revistas e jornais de Sidney, na Austrália. Foi então que continuou a desenvolver suas atividades de escrita, pintura, e sua atividade como cartunista, até que publicou um pequeno e singular livro preto com uma foto de um leão na capa que se tornou recordista de vendas no Brasil e em diversos países do mundo.

VER PERFIL COMPLETO

Outros títulos de Bradley Trevor Greive