O MBA da vida real - Sextante
Livro
Livro
NEGÓCIOS

O MBA da vida real

O MBA da vida real

JACK WELCH E SUZY WELCH

Como entender as regras do jogo, liderar uma equipe de sucesso e vencer os desafios

Como entender as regras do jogo, liderar uma equipe de sucesso e vencer os desafios

“Quando você conversa com Jack sobre gerenciamento, a energia e a paixão dele dominam o ambiente. Você passa pela mesma experiência ao ler este livro: o entusiasmo de Jack pula de cada página.” – Warren E. Buffett, filantropo e presidente da Berkshire Hathaway 

“Um olhar imparcial e abrangente sobre como ter sucesso nos negócios.” – Bill Gates

 

Afinal, por que algumas organizações prosperam enquanto outras não conseguem sequer manter os resultados? Como evitar ser passado para trás pela concorrência e como agir se isso acontecer? O que um líder precisa fazer para extrair paixão e alto rendimento da equipe, inclusive dos gênios cujo trabalho não entende, dos funcionários remotos que mal conhece e daqueles que estão sempre jogando contra o time?

Neste livro, Jack e Suzy Welch abordam a importância de transmitir a missão e os valores da empresa aos funcionários e incentivar as boas ideias entre seus colaboradores. Também analisam formas inovadoras de pensar sobre marketing e finanças e sugerem medidas realistas para lidar com as crises.

Eles apresentam um novo modelo de liderança, elaborado para dar conta das transformações das últimas décadas, descrevendo tudo o que você precisa para montar uma equipe campeã, cobrindo temas como contratação, motivação, retenção, trabalho remoto e mudanças geradas pelas novas tecnologias.

MBA da vida real reúne tudo o que você precisa saber para:

• Cultivar os comportamentos essenciais para uma liderança eficaz

• Formar uma equipe motivada que seja mais forte no conjunto do que na soma das partes

• Contratar profissionais brilhantes usando uma técnica que diminui as chances de erro

• Reinventar-se a fim de sair da estagnação na carreira e descobrir a sua Área de Destino

• Transmitir a missão e os valores da empresa para sua equipe

• Criar uma estratégia que não fique ultrapassada com o tempo

• Evitar uma rasteira da concorrência ou se recuperar de uma queda caso seja tarde demais

• Estimular o crescimento num ambiente desfavorável e incentivar as boas ideias entre todos

• Ir além da burocracia para se concentrar no que realmente impulsiona o desempenho

• Trazer à tona as oportunidades de crescimento que estão escondidas

• Entender e analisar os dados financeiros (especialmente para quem não é da área financeira)

• Lidar com uma crise nas mídias sociais e sobreviver para contar a história

• Organizar o RH de um jeito novo e radical, permitindo que faça contribuições ainda maiores

“Quando você conversa com Jack sobre gerenciamento, a energia e a paixão dele dominam o ambiente. Você passa pela mesma experiência ao ler este livro: o entusiasmo de Jack pula de cada página.” – Warren E. Buffett, filantropo e presidente da Berkshire Hathaway 

“Um olhar imparcial e abrangente sobre como ter sucesso nos negócios.” – Bill Gates

 

Afinal, por que algumas organizações prosperam enquanto outras não conseguem sequer manter os resultados? Como evitar ser passado para trás pela concorrência e como agir se isso acontecer? O que um líder precisa fazer para extrair paixão e alto rendimento da equipe, inclusive dos gênios cujo trabalho não entende, dos funcionários remotos que mal conhece e daqueles que estão sempre jogando contra o time?

Neste livro, Jack e Suzy Welch abordam a importância de transmitir a missão e os valores da empresa aos funcionários e incentivar as boas ideias entre seus colaboradores. Também analisam formas inovadoras de pensar sobre marketing e finanças e sugerem medidas realistas para lidar com as crises.

Eles apresentam um novo modelo de liderança, elaborado para dar conta das transformações das últimas décadas, descrevendo tudo o que você precisa para montar uma equipe campeã, cobrindo temas como contratação, motivação, retenção, trabalho remoto e mudanças geradas pelas novas tecnologias.

MBA da vida real reúne tudo o que você precisa saber para:

• Cultivar os comportamentos essenciais para uma liderança eficaz

• Formar uma equipe motivada que seja mais forte no conjunto do que na soma das partes

• Contratar profissionais brilhantes usando uma técnica que diminui as chances de erro

• Reinventar-se a fim de sair da estagnação na carreira e descobrir a sua Área de Destino

• Transmitir a missão e os valores da empresa para sua equipe

• Criar uma estratégia que não fique ultrapassada com o tempo

• Evitar uma rasteira da concorrência ou se recuperar de uma queda caso seja tarde demais

• Estimular o crescimento num ambiente desfavorável e incentivar as boas ideias entre todos

• Ir além da burocracia para se concentrar no que realmente impulsiona o desempenho

• Trazer à tona as oportunidades de crescimento que estão escondidas

• Entender e analisar os dados financeiros (especialmente para quem não é da área financeira)

• Lidar com uma crise nas mídias sociais e sobreviver para contar a história

• Organizar o RH de um jeito novo e radical, permitindo que faça contribuições ainda maiores

Compre agora:

Compartilhe: Email
Ficha técnica
Lançamento 16/05/2016
Título original THE REAL-LIFE MBA: YOUR NO-BS GUIDE TO WINNING THE GAME, BUILDING A TEAM, AND GROWING YOUR CAREER
Tradução FABIANO MORAIS
Formato 16 x 23 cm
Número de páginas 224
Peso 280 g
Acabamento BROCHURA
ISBN 978-85-431-0338-9
EAN 9788543103389
Preço R$ 44,90
Ficha técnica e-book
eISBN 9788543103396
Preço R$ 24,99
Lançamento 16/05/2016
Título original THE REAL-LIFE MBA: YOUR NO-BS GUIDE TO WINNING THE GAME, BUILDING A TEAM, AND GROWING YOUR CAREER
Tradução FABIANO MORAIS
Formato 16 x 23 cm
Número de páginas 224
Peso 280 g
Acabamento BROCHURA
ISBN 978-85-431-0338-9
EAN 9788543103389
Preço R$ 44,90

E-book

eISBN 9788543103396
Preço R$ 24,99

Leia um trecho do livro

Introdução

Olá e parabéns. Parabéns pela sua descoberta.

Não, não estamos lhe dando parabéns por você ter comprado este livro, embora estejamos muito felizes por isso.

Na verdade, estamos dando parabéns porque você descobriu que ninguém deveria fazer negócios sozinho.

Os negócios são o maior esporte de equipe que existe. Não faz diferença se a sua empresa tem 5.500 ou 150 mil funcionários. Não importa se é uma metalúrgica no interior do estado ou uma startup de informática em Palo Alto. Não importa se este é o seu terceiro dia de trabalho num cubículo sem janelas bem longe de onde as coisas acontecem ou se você é um gerente que ocupa uma sala enorme do 45o andar com vista privilegiada.

No mundo das empresas e dos negócios não existe “eu”, apenas “nós”. Existe a mentalidade de “vou aceitar todos os conselhos, ideias e ajuda que puder conseguir”.

E é por isso que estamos parabenizando você. Se está lendo O MBA da vida real, imaginamos que concorde conosco. Quando o assunto são negócios, nunca paramos de aprender. As empresas são amplas demais, multifacetadas demais, dependentes demais da tecnologia e do trabalho humano, globais demais, locais demais, tudo demais para que possamos um dia dizer: “Já estou careca de saber isso.”

Ora, ainda estamos aprendendo, e, cá entre nós, se somarmos nossos anos de experiência, estamos nesse meio há 81 anos, sendo que os últimos 10 foram os que mais abriram as nossas mentes.

Sim, aprendemos muito mais nos últimos 10 anos, e você sabe por quê? Depois do nosso último livro, Paixão por vencer, publi­cado em 2005, botamos o pé na estrada e demos início a uma década de palestras, workshops e consultorias, o que nos permitiu sondar o funcionamento das empresas e observá-las enfrentando seus próprios e fascinantes desafios de mercado e gerenciamento. Trabalhamos com um empresário na China que estava montando uma companhia para fazer a ponte entre empresas estrangeiras e produtores locais; com uma família, dona de uma vinícola no Chile, que estava transferindo a liderança para terceiros; com um empreendimento do setor aeroespacial em Phoenix, nos Estados Unidos, que queria descobrir quando e como abrir o capital.

Experiências como essas foram fundamentais para conhecermos os pormenores dos desafios e das oportunidades de negócios no mundo de hoje. Ao mesmo tempo, em nossas palestras, principalmente durante as sessões de perguntas e respostas, temos a chance de ouvir o que estão pensando – e o que mais preocupa – homens e mulheres de negócios. Some-se a isso o trabalho de consultoria a CEOs que Jack vem fazendo desde 2002 no segmento de private equity, no qual avalia e orienta companhias de setores que vão desde serviços de saúde e tratamento de água até sites de relacionamento, ajudando-as a crescer.

Foi nesse mesmo período que lançamos o nosso próprio MBA on-line – o Jack Welch Management Institute, na Strayer University –, que atualmente conta com 900 alunos. As ricas e variadas experiências profissionais dos alunos ampliaram, aprofundaram e renovaram a nossa compreensão do mundo empresarial.

Assim, se já tínhamos algum conhecimento sobre negócios quando escrevemos Paixão por vencer, agora sabemos muito mais. Porque os negócios mudaram, e tivemos sorte de estar no centro dessa mudança. É claro que isso não significa que o que aprendemos na última década exclui os princípios e as práticas apresentadas naquele livro, pelo contrário. O que aprendemos desde 2005 expandiu, atualizou e fortaleceu todos eles – em alguns casos apenas um pouco; em outros, radicalmente.

E, de fato, estamos vivendo num mundo radical. Um mundo empolgante. De certa forma, não há dúvida de que fazer negócios nunca foi tão desafiador. Isso é inegável. A economia, por exemplo, não está crescendo como antes – para dizer o mínimo: os governos intervêm mais; a competição global está mais agressiva a cada trimestre; e a tecnologia obriga a que tudo avance cada vez mais rápido.

Ao mesmo tempo, vivemos numa era de inovações fascinantes. Não apenas em termos de resultados e processos de produção, que parecem ser aprimorados a cada piscar de olhos, mas quanto ao modo de trabalhar das empresas atuais. Em 1925, o presidente americano Calvin Coolidge disse a famosa frase: “O principal negócio dos Estados Unidos são os negócios.” Hoje, quase um século depois, poderíamos modificar um pouco a citação: “O principal negócio do planeta são os negócios.” Todas as pessoas, em todos os lugares, estão fazendo algo, vendendo algo, criando algo, construindo algo. Esta é a era do eterno empreendedorismo, pessoal e profissional, em organizações pequenas ou grandes, em economias velhas ou novas.

Você pode parar de se atualizar. Aliás, pode até parar de aprender. Mas faça isso por sua própria conta e risco. Existe um caminho bem melhor. Receba de braços abertos o aprendizado, aceite-o e veja o que acontece com a sua empresa, com a sua equipe e até com a sua carreira. Entusiasmo. Crescimento. Sucesso.

Esperamos que este livro desempenhe um papel nessa aceitação. Talvez você possa utilizá-lo para complementar o MBA que está fazendo. Mas ele é mais abrangente do que isso, sendo indicado para qualquer pessoa que busca um guia simples, prático e direto sobre as grandes ideias e técnicas que um MBA fornece.

Por exemplo, é possível que você já tenha se formado em administração, mas esteja se sentindo desatualizado. Ou que, neste momento específico, precise entender mais sobre negócios. Talvez esteja começando no primeiro emprego. Ou tenha acabado de ser promovido para um cargo de chefia. Ou talvez seja seu primeiro dia como CEO da sua própria startup.

Em outras palavras, este livro é recomendado para qualquer pessoa que não queira fazer negócios sozinha.

Então O MBA da vida real tem tudo que você precisa saber sobre negócios? É claro que não. Desejamos que aprenda de todas as maneiras possíveis: com colegas, chefes, programas de TV, sites, jornais, conferências, podcasts e, sim, outros livros. Encontre especialistas da sua área em quem confia e siga os conselhos deles. Encontre especialistas dos quais você discorda e abra a mente para ouvir o que eles também têm a dizer.

Não é nossa intenção fazer de você um expert. Nosso objetivo é sistematizar o negócio de fazer negócios nos dias de hoje, oferecer um modelo para que você compreenda tudo isso e quais são as regras do jogo, independentemente da área em que se encontre ou pretenda entrar um dia.

Por isso, a primeira parte deste livro se chama “O jogo” e é composta de capítulos que exploram a maneira como as empresas devem se organizar e operar para vencer no mercado. Ensina como elas devem, por exemplo, transmitir a missão e os valores para seus funcionários, criar uma estratégia que não fique ultrapassada com o tempo, dar a volta por cima depois de uma rasteira da concorrência, estimular o crescimento num ambiente desfavorável e incentivar as boas ideias – não só entre os “cabeças” do setor de pesquisa e desenvolvimento, mas na empresa inteira.

Na primeira parte também analisamos como pensar sobre mar­keting e finanças, dois temas que geram bastante controvérsia e uma grande dose de ansiedade – o que certamente não deveria acontecer. Além disso, falamos sobre como lidar com uma crise.

A segunda parte se chama “A equipe”. Ela contém o nosso novo modelo de liderança, que consiste em apenas dois fundamentos extremamente necessários, porém difíceis de implementar. Esse método provou que é capaz de revolucionar as empresas que o adotam.

Também nessa seção descrevemos tudo que você precisa para montar uma equipe campeã, cobrindo temas como contratação, motivação, capacitação e retenção dos melhores funcionários. Com exemplos reais, o último capítulo analisa como gerenciar e trabalhar com “gênios” – pessoas cujo trabalho você não domina –, um fenômeno em expansão neste mundo cada vez mais tomado não só pela tecnologia, mas por altos níveis de inteligência e especialização.

Examinamos ainda como gerenciar os funcionários que atuam num local diferente. Cerca de 20% dos profissionais trabalham remotamente, e esse número vem crescendo bastante. Como isso não garante produtividade, analisamos as práticas que podem ajudar nesse sentido.

Fechamos o livro com “Você”, uma seção que se concentra na administração da sua carreira. Um dos capítulos o ajudará a responder à seguinte pergunta: “O que devo fazer da minha vida?” Outro analisa a melhor forma de sair da inércia e o último explora suas possibilidades quando chegar ao fim da carreira. Não se surpreen­da quando perceber que nossa resposta não tem nada a ver com aposentadoria.

Sabemos que gerenciar carreiras não costuma fazer parte dos programas de MBA. Entretanto, de forma geral, escrevemos este livro para refletir sobre o que as pessoas de negócios andam pensando e falando e com que estão se preocupando. Sobre o que as faz perder o sono. E sobre o que as motiva a sair da cama pela manhã.

Vamos fazer negócios com mais inteligência, da maneira certa, de um jeito divertido. Fazer negócios para que eles cresçam e melhorem a vida dos outros.

Afinal, como já dissemos, os negócios são um esporte de equipe.

Obrigado por nos colocar na sua.

Introdução

Olá e parabéns. Parabéns pela sua descoberta.

Não, não estamos lhe dando parabéns por você ter comprado este livro, embora estejamos muito felizes por isso.

Na verdade, estamos dando parabéns porque você descobriu que ninguém deveria fazer negócios sozinho.

Os negócios são o maior esporte de equipe que existe. Não faz diferença se a sua empresa tem 5.500 ou 150 mil funcionários. Não importa se é uma metalúrgica no interior do estado ou uma startup de informática em Palo Alto. Não importa se este é o seu terceiro dia de trabalho num cubículo sem janelas bem longe de onde as coisas acontecem ou se você é um gerente que ocupa uma sala enorme do 45o andar com vista privilegiada.

No mundo das empresas e dos negócios não existe “eu”, apenas “nós”. Existe a mentalidade de “vou aceitar todos os conselhos, ideias e ajuda que puder conseguir”.

E é por isso que estamos parabenizando você. Se está lendo O MBA da vida real, imaginamos que concorde conosco. Quando o assunto são negócios, nunca paramos de aprender. As empresas são amplas demais, multifacetadas demais, dependentes demais da tecnologia e do trabalho humano, globais demais, locais demais, tudo demais para que possamos um dia dizer: “Já estou careca de saber isso.”

Ora, ainda estamos aprendendo, e, cá entre nós, se somarmos nossos anos de experiência, estamos nesse meio há 81 anos, sendo que os últimos 10 foram os que mais abriram as nossas mentes.

Sim, aprendemos muito mais nos últimos 10 anos, e você sabe por quê? Depois do nosso último livro, Paixão por vencer, publi­cado em 2005, botamos o pé na estrada e demos início a uma década de palestras, workshops e consultorias, o que nos permitiu sondar o funcionamento das empresas e observá-las enfrentando seus próprios e fascinantes desafios de mercado e gerenciamento. Trabalhamos com um empresário na China que estava montando uma companhia para fazer a ponte entre empresas estrangeiras e produtores locais; com uma família, dona de uma vinícola no Chile, que estava transferindo a liderança para terceiros; com um empreendimento do setor aeroespacial em Phoenix, nos Estados Unidos, que queria descobrir quando e como abrir o capital.

Experiências como essas foram fundamentais para conhecermos os pormenores dos desafios e das oportunidades de negócios no mundo de hoje. Ao mesmo tempo, em nossas palestras, principalmente durante as sessões de perguntas e respostas, temos a chance de ouvir o que estão pensando – e o que mais preocupa – homens e mulheres de negócios. Some-se a isso o trabalho de consultoria a CEOs que Jack vem fazendo desde 2002 no segmento de private equity, no qual avalia e orienta companhias de setores que vão desde serviços de saúde e tratamento de água até sites de relacionamento, ajudando-as a crescer.

Foi nesse mesmo período que lançamos o nosso próprio MBA on-line – o Jack Welch Management Institute, na Strayer University –, que atualmente conta com 900 alunos. As ricas e variadas experiências profissionais dos alunos ampliaram, aprofundaram e renovaram a nossa compreensão do mundo empresarial.

Assim, se já tínhamos algum conhecimento sobre negócios quando escrevemos Paixão por vencer, agora sabemos muito mais. Porque os negócios mudaram, e tivemos sorte de estar no centro dessa mudança. É claro que isso não significa que o que aprendemos na última década exclui os princípios e as práticas apresentadas naquele livro, pelo contrário. O que aprendemos desde 2005 expandiu, atualizou e fortaleceu todos eles – em alguns casos apenas um pouco; em outros, radicalmente.

E, de fato, estamos vivendo num mundo radical. Um mundo empolgante. De certa forma, não há dúvida de que fazer negócios nunca foi tão desafiador. Isso é inegável. A economia, por exemplo, não está crescendo como antes – para dizer o mínimo: os governos intervêm mais; a competição global está mais agressiva a cada trimestre; e a tecnologia obriga a que tudo avance cada vez mais rápido.

Ao mesmo tempo, vivemos numa era de inovações fascinantes. Não apenas em termos de resultados e processos de produção, que parecem ser aprimorados a cada piscar de olhos, mas quanto ao modo de trabalhar das empresas atuais. Em 1925, o presidente americano Calvin Coolidge disse a famosa frase: “O principal negócio dos Estados Unidos são os negócios.” Hoje, quase um século depois, poderíamos modificar um pouco a citação: “O principal negócio do planeta são os negócios.” Todas as pessoas, em todos os lugares, estão fazendo algo, vendendo algo, criando algo, construindo algo. Esta é a era do eterno empreendedorismo, pessoal e profissional, em organizações pequenas ou grandes, em economias velhas ou novas.

Você pode parar de se atualizar. Aliás, pode até parar de aprender. Mas faça isso por sua própria conta e risco. Existe um caminho bem melhor. Receba de braços abertos o aprendizado, aceite-o e veja o que acontece com a sua empresa, com a sua equipe e até com a sua carreira. Entusiasmo. Crescimento. Sucesso.

Esperamos que este livro desempenhe um papel nessa aceitação. Talvez você possa utilizá-lo para complementar o MBA que está fazendo. Mas ele é mais abrangente do que isso, sendo indicado para qualquer pessoa que busca um guia simples, prático e direto sobre as grandes ideias e técnicas que um MBA fornece.

Por exemplo, é possível que você já tenha se formado em administração, mas esteja se sentindo desatualizado. Ou que, neste momento específico, precise entender mais sobre negócios. Talvez esteja começando no primeiro emprego. Ou tenha acabado de ser promovido para um cargo de chefia. Ou talvez seja seu primeiro dia como CEO da sua própria startup.

Em outras palavras, este livro é recomendado para qualquer pessoa que não queira fazer negócios sozinha.

Então O MBA da vida real tem tudo que você precisa saber sobre negócios? É claro que não. Desejamos que aprenda de todas as maneiras possíveis: com colegas, chefes, programas de TV, sites, jornais, conferências, podcasts e, sim, outros livros. Encontre especialistas da sua área em quem confia e siga os conselhos deles. Encontre especialistas dos quais você discorda e abra a mente para ouvir o que eles também têm a dizer.

Não é nossa intenção fazer de você um expert. Nosso objetivo é sistematizar o negócio de fazer negócios nos dias de hoje, oferecer um modelo para que você compreenda tudo isso e quais são as regras do jogo, independentemente da área em que se encontre ou pretenda entrar um dia.

Por isso, a primeira parte deste livro se chama “O jogo” e é composta de capítulos que exploram a maneira como as empresas devem se organizar e operar para vencer no mercado. Ensina como elas devem, por exemplo, transmitir a missão e os valores para seus funcionários, criar uma estratégia que não fique ultrapassada com o tempo, dar a volta por cima depois de uma rasteira da concorrência, estimular o crescimento num ambiente desfavorável e incentivar as boas ideias – não só entre os “cabeças” do setor de pesquisa e desenvolvimento, mas na empresa inteira.

Na primeira parte também analisamos como pensar sobre mar­keting e finanças, dois temas que geram bastante controvérsia e uma grande dose de ansiedade – o que certamente não deveria acontecer. Além disso, falamos sobre como lidar com uma crise.

A segunda parte se chama “A equipe”. Ela contém o nosso novo modelo de liderança, que consiste em apenas dois fundamentos extremamente necessários, porém difíceis de implementar. Esse método provou que é capaz de revolucionar as empresas que o adotam.

Também nessa seção descrevemos tudo que você precisa para montar uma equipe campeã, cobrindo temas como contratação, motivação, capacitação e retenção dos melhores funcionários. Com exemplos reais, o último capítulo analisa como gerenciar e trabalhar com “gênios” – pessoas cujo trabalho você não domina –, um fenômeno em expansão neste mundo cada vez mais tomado não só pela tecnologia, mas por altos níveis de inteligência e especialização.

Examinamos ainda como gerenciar os funcionários que atuam num local diferente. Cerca de 20% dos profissionais trabalham remotamente, e esse número vem crescendo bastante. Como isso não garante produtividade, analisamos as práticas que podem ajudar nesse sentido.

Fechamos o livro com “Você”, uma seção que se concentra na administração da sua carreira. Um dos capítulos o ajudará a responder à seguinte pergunta: “O que devo fazer da minha vida?” Outro analisa a melhor forma de sair da inércia e o último explora suas possibilidades quando chegar ao fim da carreira. Não se surpreen­da quando perceber que nossa resposta não tem nada a ver com aposentadoria.

Sabemos que gerenciar carreiras não costuma fazer parte dos programas de MBA. Entretanto, de forma geral, escrevemos este livro para refletir sobre o que as pessoas de negócios andam pensando e falando e com que estão se preocupando. Sobre o que as faz perder o sono. E sobre o que as motiva a sair da cama pela manhã.

Vamos fazer negócios com mais inteligência, da maneira certa, de um jeito divertido. Fazer negócios para que eles cresçam e melhorem a vida dos outros.

Afinal, como já dissemos, os negócios são um esporte de equipe.

Obrigado por nos colocar na sua.

LEIA MAIS

Jack Welch

Sobre o autor

Jack Welch

Foi CEO da General Electric durante 21 anos. Por causa de suas técnicas gerenciais inovadoras, a GE é considerada pela revista Fortune uma das mais admiradas e bem-sucedidas organizações do mundo, com valor de mercado de mais de 400 bilhões de dólares. Atualmente preside o Jack Welch Management Institute, dá palestras em empresas e presta consultoria a um grupo de executivos do segmento de private equity.

VER PERFIL COMPLETO

Gosta da Editora Sextante?

Assine a nossa newsletter e receba as novidades.

Administração, negócios e economia
Autoajuda
Bem-estar, espiritualidade e mindfulness
Biografias, crônicas e histórias reais
Lançamentos do mês
Mais vendidos
Audiolivros
Selecionar todas
Administração, negócios e economia Lançamentos do mês
Autoajuda Mais vendidos
Bem-estar, espiritualidade e mindfulness Audiolivros
Biografias, crônicas e histórias reais Selecionar todas