O que comer para evitar doenças e manter a forma e a saúde mesmo na velhice? - Sextante
SAÚDE

O que comer para evitar doenças e manter a forma e a saúde mesmo na velhice?

|

Compartilhe esse texto: Email
O que comer para evitar doenças e manter a forma e a saúde mesmo na velhice?

O jornalista Bas Kast reúne em seu novo livro um vasto conhecimento sobre nutrição saudável e compartilha os princípios de uma alimentação que reduz o risco de desenvolver doenças associadas à idade.

A comida é o segredo por trás da longevidade e, ainda mais importante do que isso, nossas escolhas alimentares são imprescindíveis para que o envelhecimento do corpo possa estar conciliado com a preservação da qualidade de vida. Não é nenhum exagero a sentença: “somos o que comemos”.

O jornalista científico Bas Kast aprendeu essa lição na pele. Ele sempre fez da prática de exercícios uma rotina, mas mantinha, ao mesmo tempo, hábitos alimentares pouco saudáveis. O consumo desregrado de junk food fez de seu corpo uma bomba-relógio e os sinais de alerta apareceram. Como se costuma dizer, a conta chegou.

Aos 40 anos recém-completos, Kast sentiu uma dor aguda no peito.  A experiência traumática despertou nele o interesse em desvendar os segredos da ciência da nutrição para além dos mitos e do imenso falatório que inunda as redes sociais e as revistas com informações controversas sobre o tema.

“Meu declínio físico, que chegou antes do que eu tinha imaginado, me forçou a refletir sobre como eu tinha vivido até aquele momento e, principalmente, sobre tudo o que vinha jogando para dentro do corpo ao longo de 40 e poucos anos sem nem pensar. O que havia acontecido?”, questiona Bas Kast.

A bússola da alimentação é o resultado de um trabalho longo e minucioso do autor que reúne um resumo dos principais estudos sobre nutrição dos anos 1950 até hoje, tendo como objetivo esclarecer o que de fato importa quando o assunto é saúde, longevidade e bem-estar.  Comida vegana, sem glúten ou ainda versões que restringem o consumo de carboidratos e de gorduras: a oferta de dietas milagrosas é extensa e cada uma promete o corpo esguio almejado por todos.

“Muitos alimentos que acreditávamos que fossem saudáveis são, na verdade, prejudiciais à saúde. Um bom exemplo é a batata. Sua ingestão provoca um aumento expressivo de açúcar no sangue. Por outro lado, muita gente ainda acredita que as gorduras devem ser evitadas a todo custo, o que é mito absoluto”, analisa.

Bas Kast mergulhou no mundo da pesquisa sobre alimentação e obesidade, investigando a bioquímica do metabolismo, a nutrologia e incluindo também a gerontologia, a especialidade que estuda o processo de envelhecimento. Ele buscou desvendar as características misteriosas dos indivíduos que chegam com saúde aos 100, 110 anos, ou mais. Como uma alimentação cuidadosamente selecionada é capaz de enganar o relógio biológico e retardar o processo de envelhecimento? Esse questionamento guiou seu trabalho.

Para tornar o volume colossal de informações analisadas acessível ao público leigo, o jornalista estabeleceu 12 regras fundamentais da alimentação saudável, que formulam em dicas práticas o vasto manancial estudado. Listamos a seguir alguns insights. Confira!


Cuidado com as dietas da moda e as “verdades” que carecem de comprovação científica!



Bas Kast questiona mitos e inverdades amplamente disseminados.

O culto ao low-fat (ou dieta com baixo teor de gorduras) realmente nos deixou mais magros e mais saudáveis?

Um efeito colateral fatal da demonização da gordura é que quem abre mão dela vai, inevitavelmente, consumir outra coisa. E, na maioria das vezes, essa outra coisa é constituída de carboidratos de rápida absorção, tais como pão branco, batata, arroz ou produtos industrializados sem gordura, porém, em compensação, repletos de açúcar.

Será que o trigo, ou melhor, o glúten (uma proteína encontrada em muitos cereais) é o culpado de tudo? Ou será o açúcar?

Uma dieta sem glúten é uma necessidade absoluta para um portador de doença celíaca. Porém, quando se trata de dar um conselho genérico, é sensato diferenciar entre farinha branca e alimentos feitos com grãos integrais. A maioria de nós não precisa renunciar aos cereais integrais. Seria inclusive improdutivo trocá-los por algo que já não seja tão saudável.

O Dr. Atkins realmente morreu por causa da dieta Atkins (conhecida como a dieta da proteína)?

Considerado o guru da low-carb, o Dr. Robert Atkins era portador de uma cardiopatia grave. Além disso, sabe-se que o médico havia tido uma parada cardíaca em 2002, atribuída a uma infecção viral. Mas é importante ressaltar que algumas dessas dietas ricas em proteínas (a Atkins é apenas o exemplo mais famoso) são mais prejudiciais do que benéficas a longo prazo.

Este post foi escrito por:

Felipe Maciel

Jornalista com 20 anos de experiência no mercado e pós-graduação em Mercado Editorial e em Tradução, trabalhou em jornais, revistas e agências de comunicação. Foi coordenador de comunicação do Sesc Rio. Desde 2010, trabalha no mercado editorial com passagens por algumas das principais editoras do país.

Tags: SAÚDE
Livro

Bas Kast

BAS KAST graduou-se em Psicologia e Biologia na Universidade de Konstanz e de Bochum, na Alemanha, e no MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos Estados Unidos. Jornalista premiado internacionalmente, tem vários livros publicados na área de ciências.

VER PERFIL COMPLETO
Livro

  Mais de um milhão de exemplares vendidos. “O título de não ficção mais importante do ano.” – Der Spiegel Inclui as 12 regras mais importantes da alimentação saudável. Quando o jornalista científico Bas Kast começou a sentir dores no peito, decidiu investir na alimentação para melhorar sua saúde. E assim iniciou um levantamento apurado […]

Bas Kast

BAS KAST graduou-se em Psicologia e Biologia na Universidade de Konstanz e de Bochum, na Alemanha, e no MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos Estados Unidos. Jornalista premiado internacionalmente, tem vários livros publicados na área de ciências.

VER PERFIL COMPLETO

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Sobre o uso de cookie neste site: usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.